Isolamento acústico em casas noturnas

Isolamento acústico em casas noturnas

Isolamento acústico em casas noturnas

Começando pela lei, como em São Paulo, por exemplo, a lei do PSIU (Programa de Silêncio Urbano), que vistoria somente confinados, como bares, boates, restaurantes, salões de festas, templos religiosos, indústrias e até mesmo obras. A lei não permite a vistoria de festas em casas, apartamentos e condomínios. Para os estabelecimentos que permanecem em funcionamento após 1 hora da manhã, é obrigatório o isolamento acústico.

O isolamento acústico em casas noturnas também oferece mais segurança e conforto aos clientes. Ambientes com uma boa acústica são mais agradáveis aos ouvidos. Apenas a movimentação de pessoas já produz fortes ruídos que atrapalham tanto clientes quanto a própria vizinhança. Em relação à segurança, muitos produtos são a prova de fogo e retardantes as chamas e isso é indispensável para um estabelecimento.
Podemos dizer que o isolamento acústico é um investimento. Um estabelecimento dentro das normas, com uma boa acústica e seguro, conquista clientes.
Isolar o ambiente acusticamente é, acima de tudo, respeitar o direito do próximo.
Além de tudo, adequar esses locais não significa abrir mão da estética do lugar. Os projetos contam com sistemas de isolamento interno, aplicado nos forros, paredes, tubulações e pisos, atuando como uma barreira anti ruídos. O projeto pode envolver também vidros, janelas e portas acústicas.